Um infinito número de novos começos / An infinite number of new beginnings

Um infinito número de novos começos / An infinite number of new beginnings

“Em tua tentativa de ser um ‘adulto’
perdes contato com tua criança interior.
Em teu apuro por ser o ‘expert’,
te desconectas do principiante que há em ti,
do amor interior, inocente e selvagem.

Em tua busca por segurança,
foges da insegurança,
sepultas tua ansiedade, rechaça tuas dúvidas,
até que um dia tudo isso vem à luz,
e gera um caos em tua linda e ‘ordenada’ vida.

Não confundas o papel que interpreta
com quem tu és na realidade.

Não confundas o personagem, com o ator.
O clima mutável, com a imensidão do céu.

Amigo, tua verdadeira identidade reside na Presença,
e no assombro,
e na criatividade,
e no infinito número de novos começos.

Cada momento,
cada tela,
cada Agora.”

-Jeff Foster

 

An infinite number of new beginnings

“In your attempt to be an ‘adult’
you lose contact with your inner child.
In your plight for being the ‘expert’
you are disconnected from the novice in you,
of inner love, innocent and wild.

In your search for security,
fires of insecurity,
bury your anxiety, reject your doubts,
until one day all this comes to light,
and creates chaos in your beautiful and ‘orderly’ life.

Do not confuse the role you play
with who you are in reality.

Do not confuse the character with the actor.
The changing climate, with the immensity of the sky.

Friend, your true identity resides in the Presence,
and in astonishment,
and creativity,
and in the infinite number of new beginnings.

Every moment,
each screen,
every now. ”

-Jeff Foster