Quando os japoneses reparam objetos quebrados / When the Japanese repair broken objects

Quando os japoneses reparam objetos quebrados, eles enaltecem a área danificada preenchendo as fissuras com o ouro.
Eles acreditam que, quando algo sofre um dano e tem uma história, torna-se mais bonito.
A arte tradicional japonesa de reparação de cerâmica quebrada com um adesivo forte e spray, imediatamente após a cola, com pó de ouro, chama-se Kintsugi.
O resultado é que as cerâmicas não são apenas reparadas mas tornam-se ainda mais fortes do que seu estado original. Em vez de tentar esconder as falhas e fissuras, estas são acentuadas e celebradas como as que se tornaram, agora, as partes mais fortes da peça.
Kintsukuroi é o termo japonês para a arte de reparar com laca de ouro ou prata, o que significa que o objeto é mais bonito por ter sido quebrado.
Levemos essa imagem para o terreno do humano, ao mundo do contato com as pessoas que amamos e que, às vezes, ferimos ou nos ferem.
Quão importante resulta a reparação!
Como é importante também entender que os vínculos fissurados ou quebrados e nossos corações machucados, podem ser reparados com os fios dourados do amor e se tornarem mais fortes.
A idéia é que quando algo valioso se quebra, um bom caminho a seguir é não esconder sua fragilidade nem sua imperfeição, e repará-lo com algo que toma o lugar do ouro – vigor, virtude…
Isso mostra as imperfeições e fragilidades, mas também é uma prova de resiliência: a capacidade de recuperarse, e são dignos de muita consideração.

 

 

When the Japanese repair broken objects, they enhance the damaged area by filling the cracks with gold.
They believe that when something gets damaged and has a story, it becomes more beautiful.
The traditional Japanese art of repairing broken pottery with a strong adhesive and spray, immediately after the glue, with gold powder, is called Kintsugi.
The result is that the ceramics are not only repaired but become even stronger than their original state. Instead of trying to hide the flaws and fissures, these are accentuated and celebrated as the ones that have now become the strongest parts of the play.
Kintsukuroi is the Japanese term for the art of repairing with gold or silver lacquer, which means that the object is more beautiful because it has been broken.
Let us take that image to the ground of the human, to the world of contact with the people we love and who sometimes hurt or hurt us.
How important is the repair!
How important it is also to understand that the cracked or broken bonds and our broken hearts can be repaired with the golden threads of love and become stronger.
The idea is that when something valuable breaks down, a good way forward is not to hide its fragility or its imperfection, and to repair it with something that takes the place of gold – vigor, virtue …
This shows imperfections and weaknesses, but it is also a proof of resilience: the ability to recover, and are worthy of much consideration.